Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Tu és mais

 

 

tuésmais1.jpg

 

 

 

Tu és mais.

Tu és muito mais...

És a minha força quando estou fraco,

és luz que ilumina o meu ser,

és poema, livro, canção,

és tudo o que um homem quer...

 

Tu és mais.

Tu és muito mais...

És o poema que me delicia,

és o livro que devoro,

és a canção que me encanta,

és a mulher que um homem quer...

 

Tu és mais.

Tu és muito mais...

És a musa inspiradora,

és o fogo que me sacia a sede

és quem me leva ao paraíso,

és a amante que um homem quer...

 

Mas tu és mais.

Tu és muito mais!

 

 

Malik

 

Casaram-se...

 

 

casaram-se...1.jpg

 

 

 

Quando ela passava

desfilando formosa

todo ele sorria,

mais parecia uma fada

com cheiro de rosa

que alegrava o seu dia;

 

Sorriso de estrela

tinha tranças pretas

vestido de flores,

e ele à janela

via borboletas

de todas as cores;

 

Ela achava-o engraçado

pintou uma aguarela

com ambos a dançar,

ele tinha sonhado

que era com ela

que ia casar;

 

Foram crescendo,

nasceu linda amizade

nada os separava,

até que um dia temendo

e com grande ansiedade

lhe perguntou se o amava.

 

Casaram-se...

 

 

Malik

Quero voar

 

 

querovoar1.jpg

 

 

 

Quero voar com as fadas

nas nuvens que são almofadas

dos que gostam de sonhar,

vaguear pelo espaço

envolver no meu abraço

aquele que está a chorar;

 

Voar sobre os continentes

observar as diferentes gentes

que não param de labutar,

tristes ou sorridentes

ricas ou indigentes

fazem o mundo avançar;

 

Voar e ter a ousadia

de procurar noite e dia

os jardins da felicidade,

mostrar a quem quiser ver

que nada tem a perder

o que vive com verdade;

 

Quero com os anjos voar

ir com eles visitar

estrelas e constelações,

trazer desse pó sagrado

que não há em nenhum lado

para aquecer corações;

 

Quero voar, voar, voar

quero voar sem parar...

 

 

Malik

 

Stress

 

 

stress1.jpg

 

 

 

Andando pela calçada sem sentido ou direcção

mais parecia alma penada,

confusa e atordoada

no meio da multidão;

 

Fugi da civilização

e rumei à natureza,

na procura de beleza

que calasse a confusão;

 

Entrei num bosque profundo

procurando sensações

p´ra  libertar as tensões

que reinavam no meu mundo;

 

A paisagem deslumbrante

logo me arrebatou,

tudo em mim silenciou,

até o tempo, nesse instante;

 

Sentei-me a reflectir

porquê tanta insatisfação

se com um pouco de paixão

a vida nos faz sorrir;

  

Com sorrisos a crescer

e abraços de ternura,

encontraremos a cura

desta forma de viver;

 

Em mim nasceu uma canção

com o dom de encantar,

despertou-me a caminhar

para longe da ambição.

 

 

Malik

Esbelta e bela

 

 

esbeltaebela1.jpg

 

 

 

Manhã de verão, calor a espreitar

vontade súbita para caminhar,

subindo e descendo por trilhos do campo

deparei-me com ela, visão de encanto;

 

Esbelta e bela, olhar penetrante

de linho vestida, quadro deslumbrante,

lábios de veludo, mãos d’algodão

afagando uma pomba com o coração;

 

Olhei-a sorrindo, sorriu com o olhar

vi um convite para me aproximar,

beijei-a na face que ficou com rubor

senti o desejo de falar de amor;

 

Saltei o desejo e pus-me a pensar

seria o universo a conspirar?

Tanta beleza, sem princípio ou fim

felicidade destinada a mim?

 

De repente acordei com um galo a cantar

as festas da aldeia iam começar,

pedi ao meu Anjo p’rá voltar a encontrar

virei-me p’ró lado e continuei a sonhar...

 

 

Malik

Noites

 

 

noites1.jpg

 

 

 

Há noites que custam a passar

trevas que parecem não ter fim,

fantasmas e demónios que teimam em ficar

feridas que não deixo fechar

mágoa e dor bem fundo em mim;

 

Nasce o tempo de pensar

em fazer um exorcismo,

sentir tão negro é penar

viver assim é continuar

no caminho do abismo;

 

Por uma frincha qualquer

um raio de sol entrou,

dei-lhe nome de mulher

lembrei-me de um malmequer

que um dia me deslumbrou;

 

Para a luz entrar tudo abri de par em par

num impulso de libertação,

estou exausto de hibernar

vou reaprender a amar

com ternura e com paixão;

 

Vou colocar novas portas

feitas de sol e magia

e a noite será dia!

 

 

Malik

 

A viagem

 

 

aviagem1.jpg

 

 

 

Cada um trilha o caminho

ora acompanhado ou sozinho

no ondular do mar que é a vida,

sem bússola nem estrela do norte

certeza de um navegar à sorte

de concreto... só o porto de partida;

 

Bonanças e tempestades

aparências e verdades

fazem parte da viagem,

ter de escolher a cada momento

pode ser mais um tormento

porque o erro não tem margem;

 

Mas tudo valerá a pena

com alma grande ou pequena

a meta final será atingida,

ninguém pare ou perca coragem

tenham presente a mensagem:

O amor é o sal da vida.

 

A viagem mais encantou

aquele que mais amou...

 

 

Malik

 

Aprender

 

aprender1.jpg

 

 

 

Quando tudo perdeu o encanto... acabou a aventura...

Quando olhas para os lados e não vês mais que desdém...

Quando nómada te sentes e nada já te segura...

Segue o caminho que é o teu, aprende que de mais ninguém.

 

Quando tudo de ti deste e mais não tens para dar...

Quando te sentes exausto e prestes a desistir...

Quando cais e não tens forças para te levantar...

Segue o caminho da coragem, aprende a persistir.

 

Quando a luz foge de ti e já nem sombra produzes...

Quando a lua se apaga p’ra que fiques na escuridão...

Quando o mundo, contra ti, desliga todas as luzes...

Segue o caminho da esperança, aprende a ver com o coração.

 

Quando o sol desperta e a alma acorda...
Quando o tempo dá tréguas e paz...
Quando a vida passa...e te enlaça...
Segue o caminho dos sonhos, aprende a ser feliz.

 

Quando te sentires um eterno aprendiz...

Continua a sonhar...

Segue o caminho dos sonhos, aprende a ser feliz.

 

 

Malik

 

O livro

 

 

olivro1.jpg

 

 

 

És o livro que não me canso de ler

a cada nova leitura mais e mais revelação,

em ti continuo a aprender

lições de amor e paixão;

 

Nessas páginas por mim tantas vezes percorridas

como é bom encontrar novos caminhos,

quero o teu livro em mil vidas

serão todas coloridas

com os tons dos teus carinhos;

 

É para mim prazer garantido

revisitar a obra que és, perfeita,

com excitação é aberto o livro

dizes-me que tudo faz sentido

quando a volúpia é eleita;

 

Se a vida fosse um eterno verão

e vestíssemos nudez,

cada dia a ocasião

de com amor e tesão

refazer o prazer da primeira vez...

 

Sinto assim o teu livro

onde o meu desejo, calas num beijo.

 

 

Malik

Um mar de sonho

 

ummardesonho1.jpg

 

 

 

Jovem e bonita, amante de dançar

aquela rapariga da aldeia

mantinha acesa a ideia,

o sonho de ver o mar;

 

Uma vastidão desmedida

que inundava a televisão

e lhe falava ao coração

como quem a chama à vida;

 

Quando esse dia chegou

ia de voz embargada,

pensando em tudo, em nada

e ficando deslumbrada quando se aproximou;

 

Olhou o mar docemente,

abriu os braços e dançou,

sentiu o vento na cara, esqueceu-se do tempo e chorou

nunca sentira tal liberdade, era feliz verdadeiramente;

 

A felicidade persistiu vigiada pelo sol,

uma paz nunca sentida

reconciliou-a com a vida,

tinha encontrado o seu farol.

 

 

Fashion & Malik

 

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D