Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Baile da vida

 

 

bailedavida1.jpg

 

 

 

Não queiras dançar sozinha

seja a música que for,

aceita a mão que é minha

quero fazer-te rainha

deste baile do amor;

 

Prometo que nesta dança

nunca te irei pisar,

ajustaremos a andança

em passos de esperança

num autêntico deslizar;

 

A música não escolhemos

nem a podemos mudar,

ambos aprenderemos

que para sonhos pequenos

não vale a pena dançar;

 

Venha um tango por favor

para a vida apimentar,

vamos amar com primor

esculpindo com esse amor

uma estátua sem par.

 

O tango aprende-se dançando...

... e são precisos dois para dançar um tango...

 

 

Malik

 

Enamorados

 

 

enamorados1.jpg

 

 

 

Ai como é bom namorar

na areia, junto ao mar

numa noite de verão,

sob estrelas a bailar

melodias do luar

compondo bela canção;

 

Juras de amor eterno

delícias que o tempo moderno

jamais poderá mudar,

promessas de carinho terno

numa vida sem inverno

com o sol sempre a brilhar;

 

Sem pudor estava a lua

apresentando-se nua

àqueles corpos colados,

e que na praia ou na rua

com a sua luz tatua

cupidos nos namorados;

 

Enamorados para sempre

deveria ser o lema

de gente grande e pequena.

 

 

Malik

 

Dentro do armário

 

 

dentrodoarmário1.jpg

 

 

 

Dentro do armário

é o lugar de ninguém,

fazes tudo ao contrário

a vida não é só calvário

procura ir mais além;

 

Vai até à beira-mar

vê para lá do horizonte,

imagina que podes voar

do céu tenta observar

onde está a tua fonte;

 

Pois que nela irás beber

vida à saciedade,

o ontem é para esquecer

o agora para viver

rumo à felicidade;

 

Tu és única, és singular.

Dentro do armário não é lugar para se estar...

Dentro do armário não é o teu lugar!

 

 

Malik

"Apenas"

 

 

apenas1.jpg

 

 

 

Se fosses uma constelação

eu seria o universo,

terias uma estrela por coração

brilharias na minha imensidão

cantar-te-iam em verso;

 

Se fosses uma sereia

eu seria o teu mar,

brincaríamos na areia

te daria maré cheia

com mil estrelas-do-mar;

 

Se fosses uma flor

eu seria o teu jardim,

paraíso de perfume e cor

onde com o teu odor

desabrochavas p’ra mim.

 

Mas não és constelação, sereia ou flor.

És “apenas” a mulher que em mim desperta o amor.

 

 

Malik

 

Ciúme

 

 

ciúme1.JPG

 

 

 

Andava meio cismado

por ver-te entediada,

nada fiz de errado

nunca saí do teu lado

mas senti-te melindrada;

 

Mudanças súbitas de humor

mostravam insegurança,

o teu olhar perdeu fulgor

fugias do nosso amor

ser feliz era lembrança;

 

Sentados a conversar

sobre nós e sem queixume,

acabei por constatar

o que nos estava a assombrar

era apenas o teu ciúme;

 

Será possível amar

verdadeiramente sem ciúme?

Depois de te abraçar,

sem nada para perdoar,

reacendemos o lume.

 

 

Malik

 

Palavras

 

 

palavras1.jpg

 

 

 

Se a falar o mundo se entende

a palavra é essencial,

por escrito ou oralmente

transmite o que vai na mente

soe bem ou caia mal;

 

Algumas já bem usadas

por muito significar,

tantas tão mal colocadas

outras demasiado ousadas

põem almas a corar;

 

Como exemplo o amor

gasta com o decurso do tempo,

sentimento de esplendor

mas que quando inflige dor,

palavras... leva-as o vento...

 

 

Malik

 

Um abraço

 

 

umabraço1.jpg

 

 

 

Preciso do teu abraço terno,

quente de carinho e sentido,

quem me dera fosse eterno,

sinal que estava contigo;

 

Um abraço sem pudor

mitigando esta ansiedade,

embrulhando muito amor,

matando tanta saudade;

 

Quando nele te enlaço

não mais sou um solitário,

no silêncio do nosso abraço

cabe todo um dicionário...

 

Abraçar é dar e receber, ensinamento primário,

no silêncio de um abraço cabe todo um dicionário...

 

 

Malik

 

Atracção

 

 

atracção1.jpg

 

 

 

Nesta coisa da atracção

muito fica por entender,

raramente é ilusão

é nascente onde o coração

com sede, teme beber;

 

Olhando o que me rodeia

tentando compreender no geral,

salta-me logo à ideia

flores, abelha e colmeia

coisas do mundo animal;

 

Quem prescinde de doçura

ou de adrenalina a granel?

Um pouco de formosura

com um olhar de ternura

funciona como mel;

 

Há coisas que não se explicam,

a atracção é uma delas,

químicas se multiplicam

emoções se edificam

e até nascem estrelas;

 

Borboletas na barriga

passarinhos a cantar,

a atracção quando fustiga

o amor paira no ar.

 

 

Malik

O segredo

 

osegredo1.jpg

 

 

Perguntas bailavam na mente

respostas não encontrava,

não podia ficar indiferente

ser como aquela gente

que quer tudo e não quer nada;

 

Fui então ao mar perguntar

para quê viver a vida,

que tanto obriga a remar

sonhos faz naufragar

numa viagem perdida;

 

E o mar me respondeu

que a vida não é dor,

que a alegria não morreu,

para todo o que viveu

o segredo foi o amor!

 

Viver é amar.

O segredo da vida é o amor!

 

 

Malik

De volta

 

 

devolta1.jpg

 

 

Forte chuva e trovoada

numa noite de outono,

eu de alma embrulhada

a pensar, sem fazer nada,

ao encontro do abandono;

 

Digerindo a recente despedida

sentado junto à lareira

tentando lamber a ferida,

para viver na minha vida

tinhas que ficar inteira;

 

Disseste que ias pensar

respeitei o teu desejo,

mas um carro ouvi parar

eras tu a regressar

à procura do meu beijo;

 

E como foi bom amar

numa entrega sem igual,

corações a palpitar

o desejo a disparar

em fantasia real;

 

Teus olhos da cor do mar, os trovões a ribombar,

sós entre a luz da lareira e o crepitar da madeira.

 

 

Malik

Pág. 1/2

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D