Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Viver

 

 

viver1.jpg

 

 

 

Viver não é respirar

mas também não sei bem o que é,

já perguntei a ninguém

que para mim ficou a olhar

como que a indagar

com desdém e estupefacto

mas de facto,

sem resposta para me dar;

 

Resta-me, continuar a procurar...

 

 

 Malik

 

Hoje

 

 

hoje1.jpg

 

 

 

Hoje a nossa história

não é mais que uma memória

saltando de momento em momento,

mas não estou arrependido

de por nós me ter batido

até se esgotar o tempo;

 

Foi tão bom enquanto durou

o mundo rendeu-se e mudou

só para nos acolher,

mas a vida quis assim

levou-te para longe de mim

reservou-me este sofrer;

 

Sentado junto ao nosso riacho

com semblante cabisbaixo

ouço a água cantar,

penso em como vou viver

sem em meus braços te ter

sem mais te poder amar;

 

Resta-me acreditar no que sinto,

a vida é um labirinto,

para mim irás voltar!

 

 

Malik

 

Rosa

 

 

rosa1.jpg

 

 

 

À procura de mim

entrei num jardim

onde estava uma rosa

guardada para mim,

nela me encontrei

cada pétala amei

mas hoje acordei

sem o seu odor

levou seu perfume

e o meu amor,

onde estiveres

regressa p’ra mim!

 

 

Malik

 

Volta e meia

 

 

voltaemeia1.jpg

 

 

 

Volta e meia dou a volta

ao fio do pensamento,

faço-o não por revolta

antes por reviravolta

que surge a cada momento;

 

É difícil compreender

ao arvorado inteligente,

que falta muito aprender

que muito mais há para ver

do que está à nossa frente;

 

É abrir olhos dormentes

por forma a duvidar,

da aparência de sementes

ou de dogmas bem assentes

com arestas por limar;

 

Volta e meia, dou a volta

ao fio do meu pensar

para a verdade procurar.

 

 

Malik

 

Idades

 

 

idades1.jpg

 

 

 

Há jovens que estão velhos

e idosos com juventude,

desconfia dos espelhos

não abraces seus conselhos         

em imagem que ilude;

 

Olha bem teu interior

lá se encontra a tua idade,

se a pouco ou nada dás valor

e a vida perdeu sabor

já a juventude é saudade;

 

Mas se vires alguns sinais

do que foi uma criança,

vai fundo, procura mais

e não desistas jamais

neles mora a tua esperança;

 

A velhice vai-se instalando

na rotina consentida,

no sonho perder encanto

no riso que vai mingando

a cada dia de vida.

 

 

Malik

Vidas

 

 

vidas1.jpg

 

 

 

Escapei ferido

dum passado recente,

ninguém a meu lado

perdido e cansado

presente ausente;

 

Várias feridas

para cicatrizar,

projectos de vidas

ora destruídas

para sepultar;

 

Dores arranquei

lágrimas verti,

sonhos apaguei

o sorriso matei

tudo eu despi;

 

E eis senão quando

uma mão me é estendida,

com amor curando

e de mim cuidando

sem contrapartida;

 

Se anjo ou mulher, não sei, tanto faz

apenas alguém que me ofereceu paz.

 

 

Malik

 

Tempo

 

 

tempo1.jpg

 

 

 

O tempo, ao passar

deixa na minha pele tatuagens

não são rugas, mas imagens

do ficar e de viagens

bem reais ou a sonhar;

 

Ontem passava a correr

hoje sinto-o fatigado

muito menos empertigado

talvez por estares a meu lado

talvez para nos ver viver;

 

Tempo é também fermento

de delícia requintada,

nossa tela está pintada

e a nossa vida focada

em vivermos ao momento.

 

 

Malik

 

A cabana

 

 

acabana1.jpg

 

 

 

Reparei que as nossas rosas

não estavam tão viçosas

como era habitual,

a roseira estaria cansada

talvez pouco cuidada

por desleixo, não por mal;

 

Nosso estado de cansaço

foi esquecendo o abraço

que sempre nos deu alento,

foi bom o alarme tocar

era tempo de acordar

pois o céu estava cinzento;

 

Este fim de semana

fomos passá-lo à cabana

p’ra do nosso amor cuidar,

tempo sem tempo nem véu

nossa casa pode até ser céu

mas serás sempre o meu lar.

 

 

Malik

 

Sem dúvida

 

 

semduvida1.jpg

 

 

 

Quero-te, vim para ficar

não conheço outro lugar

onde eu possa existir;

 

A dúvida teima em estar,

ouve o coração cantar

não te adianta mentir,

quando me vês chegar

teus olhos só sabem brilhar

mostram tua alma a sorrir;

 

Quero-te, vim para ficar

dá-nos todo o teu amar

pois jamais irei partir.

 

 

Malik

 

Escultura

 

 

escultura1.jpg

 

 

 

Há mistério no teu perfume

leveza no teu andar,

pões corações no lume

ou roídos de ciúme

com o teu simples passar;

 

Irradias simpatia

desfilas simplicidade,

vestes no olhar alegria

tudo em ti é harmonia,

sorriso, felicidade;

 

Chamam-te de escultura

tal a tua perfeição,

para mim és Mulher madura

quando abraças a doçura

que encontras em meu coração.

 

 

Malik

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D