Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Estrela do mar

 

 

estreladomar.jpg

 

 

 

Um céu estrelado, a luz do luar

convida a procura de alguém para amar,

descalça na areia, calçada na dor

na praia da vida, deserta de amor;

 

Coração dorido, cupido ausente

sonhos sem sentido, olhar indiferente,

gestos vazios, mente a divagar

passo titubeante, lágrimas a brotar;

 

E eis senão quando do fundo do mar

emerge uma imagem que a fica a mirar,

um anjo talvez, intervenção divina

ondas de emoções e de adrenalina;

 

Pensamentos trocados num raio de luz

rasgando as sombras que a tristeza produz,

mensagem de fé, esperança a renascer

um novo amanhã, amar sem sofrer;

 

Desfez-se a visão, ficou o momento

tão belo, tão mágico, de paz e alento,

agradeceu ao céu aquele carinho

pediu protecção para todo o caminho;

 

Acordou a sorrir, no olhar um brilho vivo

tivesse mais sonhos assim e escreveria um livro,

sentou-se na beira da cama e nem queria acreditar

tinha à cabeceira uma... estrela do mar.

 

Malik

 

 

16 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D