Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Renascer

 

 

renascer1.jpg

 

 

 

Trazia um vazio no peito

saudade meia sem jeito

algo jamais sentido,

demorei a compreender

que a lacuna a preencher

era amor nunca vivido;

 

Chegaste de azul vestida

entraste na minha vida

verdadeiro furacão,

sinfonia em sintonia

numa tranquila harmonia

alternando com paixão;

 

Se a lareira falasse

talvez o mundo corasse

ao saber o que ela viu,

corpos despidos de pudor

em loucas noites de amor

que o desejo construiu;

 

Era uma doce loucura

amor com tanta ternura

era um novo viver,

dois amantes entrelaçados

pela vida marcados

destinados a renascer.

 

 

Malik

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D