Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Sem perdão

 

 

semperdão1.jpg

 

 

Cada dia que passava

a distância ia aumentando,

tudo me dizia nada

o silêncio já gritava

o fogo foi-se apagando;

 

Não cuidei desse amor

como um dia prometi,

nem sequer fui bom actor

inflingi-te um mar de dor

não mais fui digno de ti;

 

Abracei uma paixão

de ti não mais quis saber,

cavalguei uma ilusão

rumo à destruição

e perdi uma Mulher;

 

Esquece que eu existi

apaga-me do teu coração,

inventa que eu morri

nada mais sou para ti

o que fui não tem perdão!

 

Malik

 

 

26 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D