Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

O que resta

 

 

oqueresta1.jpg

 

 

Tudo o que resta de um ser

que um dia foi humano

é um sabor a engano

duma existência à deriva

onde ousar sonhar

foi contínuo profanar

de um templo chamado vida;

 

Para cumprir uma sentença,

condenação de nascença

de que não pôde apelar

ninguém merece viver,

restando-lhe o aguardar

o natural libertar

concedido pelo morrer.

 

 

Malik

 

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

© 2017 Malik. Todos os direitos reservados.