Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Malik, uma outra forma de poesia...

Malik, uma outra forma de poesia...

Velho banco de jardim

 

 

velhobancodejardim1.jpg

 

 

 

Velho banco de jardim

testemunhando ao longo do tempo

histórias sem fim,

tristes, bonitas,

abençoadas, malditas,

como num folhetim;

 

Ano após ano

estação após estação,

verdadeiras fitas

dignas de cinema

desfilam no banco

em forma de poema;

 

Promessas e juras,

beijos roubados

sonhos de aventuras

alicerçados

em tantas loucuras

de amores sem pecado;

 

O velho banco tem na memória

muito de vidas

anos de história.

 

 

Malik

 

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

© 2017 Malik. Todos os direitos reservados.